terça-feira, 28 de agosto de 2007

#99 - Super Mario



Nenhum bigode marcou uma geração como o de Super Mario, personagem de videogame que virou mascote da Nintendo. Mario foi para muitas crianças o primeiro contato com um bigode de valores. Sua série, antes de tudo, mostrava que cabeça dura é que ganha jogo, e garantiu horas de diversão entre canos, cogumelos e até mesmo baiacus. O educativo Mario Kart - a versão automobilística das aventuras da turma de Mario -, com seu trânsito caótico em pistas repletas de obstáculos, foi a verdadeira escola preparatória de jovens motoristas do Rio de Janeiro. Era também a alegria de pais e mães, que levavam a fita pra casa seguros que a criançada não incomodaria por um bom tempo, encantada pelos castelos, mundos e labirintos que só um bigode poderia desafiar.



Engana-se, porém, quem acha que Mario sempre foi Mario Mario, o encanador. Tendo sua primeira aparição no jogo Donkey Kong (1981), nosso ídolo era apenas um personagem secundário de baixa estatura, conhecido como Jumpman, um carpinteiro (isso mesmo, carpinteiro!). Mais tarde, notou-se que Jumpman tinha uma impressionante semelhança com Mario Bonacin, um italiano do escritório da Nintendo em Nova York. Foi o que levou a se alterar seu nome em Donkey Kong Jr (1982). Mario Mario é o nome completo, justificando assim ele e seu irmão - o também Ídolo de Bigode Luigi Mario - serem conhecidos por Mario Brothers.



Segundo a Wikipedia, ainda, Mario teria o visual de hoje devido à quantidade limitada de pixels que a tecnologia gráfica de 1981 oferecia. Seu bigode teria sido apenas uma forma de seu criador, Shigeru Miyamoto, destacar o nariz do personagem. O IdB, claro, não poderia permitir que uma inverdade como essa se perpetuasse, e foi até lá conferir se o botão de "editar" realmente funciona na tão propagada enciclopédia colaborativa. Justiça feita, Miyamoto criou o nariz pra realçar o bigode; mais coerente. Em Mario Party 8, último lançamento em que o nosso ídolo estrela, temos um belo bigode em três dimensões, o que reforça a tese.



Mas Mario não foi unanimidade em seu tempo, e gerou acaloradas discussões com amigos da rua que insistiam em ressaltar as qualidades de Alex-Kid-Na-Memória ou Sonic. A conclusão que chego é que, infelizmente, havia pais preguiçosos na boa e velha Mario (viu?) Portela. Enquanto meu pai, na melhor das intenções, rodou o centro da cidade inteiro para garantir o Super Mario Bros 3 das crianças, alguns preferiam a loja da esquina. Contentavam-se com o Sonic, que nunca descobri se é um cachorro, um esquilo, um tatu ou simplesmente um bicho(a). Mas, enfim, Sonic tem bigode? Fim de papo.

--------------------------------------------------------------------
Colaboração enviada por Renato Cosentino.

3 comentários:

Anônimo disse...

não, Sonic não tinha bigode. e a história que a SEGA não conta é que o Dr. Robotnik matou o Sonic sem despentear o seu:

http://idolosdebigode.blogspot.com/2007/07/57-dr-robotnik.html

Victor

de la peña disse...

bastante esclarecedor este post. sempre quis saber por que mario.
- mario kart, que mario kart?
- aquele que te atropelou atrás do armario kart.

Anônimo disse...

texto merda