domingo, 29 de julho de 2007

#75 - Giba Jah Rastafari

ATUALIZAÇÃO: Para ganhar título, só com o poder do bigode da sorte, amigo!


Gilberto Godoy Filho saiu de Londrina, norte do Paraná, direto para as páginas policiais. O popular Giba, uma espécie de Hulk Hogan do vôlei, tinha tudo em suas mãos no ano de 2002: campeão da Liga Mundial, craque do torneio, tricampeão brasileiro (2000 - 01 - 02), uma polaca loira em casa, um contrato na Itália e um baseado.

Pego em flagrante, Giba admitiu possuir toda a coleção do Natiruts em fitas k-7 negociadas em Kingstown e várias pontas.

Foi quando veio a redenção do Atleta de Jah, que não sucumbiu em meio ao fumacê e ao dub. Obstinado a provar sua capacidade pulmonar a todos, em especial a Bernardinho, técnico da Seleça de Vôlei mais sinistra de todos os tempos, Giba arrumou forças para voltar a ser O Cara apoiado num sólido e inibidor bigode!

Funciona assim: nos primeiros jogos das competições, Giba se disfarça de um militante verde qualquer em quadra - é apenas aquele camisa 7 que está no time porque as meninas da arquibancada gostam dele.

Quando chegam os jogos decisivos, ah! irmãozinhos, aí o bicho pega, e não estou falando do rapa, não! Giba exibe a seus fracotes adversários seu bigode talismã e os massacra impunemente, sem lero-lero e nem vem cá que eu também quero!


Desde então, o bigode de Giba já triturou italianos, ianques, cubanos, búlgaros e russos nas mais diversas quadras mundo afora conquistando 5 Ligas mundiais, 2 campeonatos mundiais, 1 copa do mundo, 1 sul-americano e 1 Copa América. A única decepção foi o bronze no Pan de Santo Domingo.

Acha muita coisa? Ele não. Giba já se encontra diante de mais uma decisão, no Pan 2007 no Rio, diante dos puercos americanos. Na semi-final contra a fatídica Venezuela, Giba já exibiu parte de seu ameaçador mustache dentro de um maroto cavanhaque. Parece que esse ouro já é nosso.

Na foto, o bloqueio duplo brasileiro: Dante salta para defender, o bigode de Giba bloqueia por onipresença.


Valendo um CD do Ben Harper: adivinhem a posição de Giba no time?

6 comentários:

Eduardo Rodrigues disse...

Giba deveria ter tocado no Live Earth.

Liv disse...

esse bigode é promessa, né?

Defunto Autor disse...

Promessa de adversários chorando!

graziipa disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
graziipa disse...

Certa vez uma amiga viveu a incrível experiência de ficar cara a bigode com esse ícone do esporte.

Empolgada com a oportunidade, ela conta que gritou o nome do craque: - GIBA. Ao notar que o ídolo respondeu ao chamado só teve tempo de dizer: - DEUS TE ABENÇOE.

As reações frente a um bigode dessa magnitude podem ser das mais diversas.

nina maria disse...

Hahah, conheço a história anterior. Afirmo ser verídica. Mas o que eu queria mesmo dizer e que o post foi fantástico! Adorei!