segunda-feira, 18 de junho de 2007

#41 - Dois bigodes em conflito

Rijkaard cospe em Voller, ao passar pelo jogador alemãoEste post homenageia dois grandes ídolos de bigode, que num momento de exaltação se envolveram numa séria querela copamundística. Citado em todas as listas de "melhores momentos totalmente reprováveis" da história do futebol, o fato se deu nas oitavas-de-final da Copa do Mundo de 1990, na Itália.

A Holanda era o melhor time do mundo, e tinha vencido a Eurocopa em 1988. Trazia no selecionado bigodes de relevância indiscutível, como o próprio Rijkaard e o ídolo milanês Gullit. A Alemanha, que se sagraria tricampeã do mundo naquele ano, não tinha entre seus astros principais nenhum mustache, mas também não ia a lugar nenhum sem os gols abigodados de Völler.

Conhecido também por seu temperamento forte, Völler arrumou briga com o goleiro holandês, van Breukelen. Durante a confusão, Rijkaard acertou duas belas cusparadas no adversário. Uma durante a discussão e outra enquanto saíam de campo, os dois expulsos. Como define muito bem essa matéria do Guardian, o segundo tiro acertou com perfeição o mullet de Völler.

Os dois deixam o campo de jogo, após serem expulsos, bigodes espumando de raiva

Obs.: Até pouco tempo atrás tinha o vídeo no YouTube. A Fifa, no entanto, numa atitude antipática e bastante infantil, mandou tirar. Quem achar outro link avisa que eu boto no ar aqui.

5 comentários:

Defunto Autor disse...

Era um outro nível de disputa. Muito além da técnica e da raça.

Sidarta disse...

devem se odiar até hoje.

Bernardo Esteves disse...

Boa idéia, hein?! "Ídolos de mullet" poderia ser uma seqüência ideal para esse projeto.

Eduardo Rodrigues disse...

Cara, e você não foi o primeiro a dizer isso... Pode ser uma tendência a ser analisada!

Anônimo disse...

Agora temos isso em dirigentes! Burro de carvalho ao poder!