terça-feira, 8 de janeiro de 2008

#157 - Cinderelos Baianos


O IdB não poderia deixar passar em branco os seminais bigodes responsáveis pela descoberta e apoteose dos enormes talentos de Carla Perez.

Beto Jamaica e Cumpádi Washington, ainda que a música deles tenha dado mais dor de cabeça do que a Cintra quente que se bebia nos diversos carnavais baianos Brasil afora (com menção-mais-do-que-honrosa para a boa e velha Ouro Preto-MG), conheço muita gente que tem sua cota de agradecimentos a acertar com essa dupla.

Abaixo, para matar saudades de dois dos maiores sucessos do É o Tchan!, uma letra daquelas que, na primeira audição, você já sabe que nunca mais sairá de sua cabeça; e, em seguida, uma apresentação cheia de genuíno axé-roots-brazil.

Pau que nasce torto
Nunca se endireita
Menina que requebra
A mãe pega na cabeça
Pau que nasce torto nunca se endireita
Menina que requebra
A mãe pega na cabeça

Domingo ela não vai
Vai, vai
Domingo ela não vai não
Vai, vai, vai

Segure o tchan
Amarre o tchan
Segure o tchan tchan tchan

Tudo que é perfeito agente pega pelo braço
Joga ela no meio
Mete em cima
Mete em baixo

Depois de nove meses
Você vê o resultado
Depos de nove meses
Você vê o resultado

Segure o tchan...

8 comentários:

Defunto Autor disse...

Seminais! Seminais!

Hagen disse...

so uma pergunta, a capa do disco eh essa ai da foto? era assim mesmo, com a cara da carla perez cortada? se for, eh coisa de genio!!!!

Anônimo disse...

Hagen,

você está enxergando apenas a primeira camada de genialidade do artista visual criador dessa capa. há algo mais profundo nela. procure...

quando sair o próximo post, comento a resposta nesse de agora e aviso no outro.

Victor

Guilherme disse...

Ainda na linha de grandes bigodes musicais: não lembro se o Nick Cave já foi imortalizado no IdB, mas, se ainda não foi, agora não há mais desculpa. Vejam o clipe novo do homem:

http://www.nickcaveandthebadseeds.com/diglazarusdig/

Só um bigode ao mesmo tempo angustiado e festeiro como o do Nick Cave seria capaz de compor um rockão sobre Lázaro.

Defunto Autor disse...

Guilherme, confira!

http://idolosdebigode.blogspot.com/2007/09/108-im-down-here-for-your-souls.html

Rafael Bacelar disse...

Duas sugestões para o IdB (não sei se o lugar é apropriado, mas não vou procurar):

1. O sambista Agepê (!);
2. Luiz Melodia.

Rafael Bacelar, da Falange Brizolista-Botafoguense, vertente Proprietários de Fuscas Amarelos ano 74

Eduardo Rodrigues disse...

Rafael, a fica do Melodia é fantástica. Tem uma foto ótima dele na biografia do Tim Maia.

E ele contou uma história divertida no show no Teatro Rival, sábado passado. Entrará.

Mas Agepê já freqüentou nossas paragens, como pode-se conferir em: http://idolosdebigode.blogspot.com/2007/05/antnio-gilson-porfrio.html

Sugiro aos novos leitores uma olhada no nosso arquivo. É bastante rico.

Anônimo disse...

Só para constar (o assunto tomou outras direções):

- A CAPA DO DISCO É O THAN DO BRASIL É LIVREMENTE INSPIRADA ("LOOSELY INSPIRED) NA BANDEIRA DE NOSSA NAÇÃO.

Soltem sua abstração e confiram a marquinha de biquini cavado da Carla Perez dando os contornos baixos do losango dourado do Brasil, e o "bustiê" representando a faixa.

Sem dúvida, o designer tinha bigode.

Victor